TERRA DE VAQUEIROS: RELAÇÕES DE TRABALHO E CULTURA POLÍTICA NO SERTÃO DA BAHIA, 1880-1990

Código: 286

Autor: Medrado, J.

Editora: EDITORA UNICAMP

De R$ 44,00 Por R$ 22,00
SINOPSE
 
Este livro é um mergulho no universo da pecuária baiana nas duas últimas décadas do século XIX. Ele focaliza as relações entre vaqueiros e fazendeiros numa região do sertão baiano, para entender aspectos da cultura política manifestos no cotidiano das negociações por mais autonomia laboral e melhores condições de vida. Longe do que supunham autores como Euclides da Cunha, não havia uma “servidão inconsciente” dos vaqueiros em relação aos fazendeiros. O livro desvela como a luta pela sobrevivência e pela ascensão social em uma região pobre, assolada por secas e pela guerra em Canudos passava pela construção de valores como dignidade, honra, liberdade, orgulho profissional e, até mesmo, de um imaginário sobre as habilidades mágicas do vaqueiro. Nesse jogo de dominação, criava-se e reiterava-se um prestígio social que servia de contraponto cotidiano às tentativas dos fazendeiros de exercer o controle total sobre suas propriedades e seus trabalhadores. Joana Medrado é historidora. Como pesquisadora, seus trabalhos são na área de História do Brasil, História do Trabalho, História Social da Cultura, História Rural ou Agrária, Modernização Rural, Relações Índia-Brasil e em particular sobre a introdução do gado zebu no Brasil. Leia mais no blog da Editora da Unicamp. Veja mais: https://blogeditoradaunicamp.com/2019/10/17/a-colecao-varias-historias-completa-20-anos/
FICHA TÉCNICA
 
ISBN: 9788526810068
Ano da Publicação: 2012
Edição: 1
Formato: 21,00 x 14,00 x 1,20 cm.
Nº Páginas: 232 pp
Peso: 280 g.